domingo, 28 de dezembro de 2014

Incêndio desaloja um casal e dois filhos


Um incêndio numa habitação, esta quinta-feira, em Ferreira do Alentejo, deixou um casal e dois filhos, desalojados, segundo informação dos Bombeiros Voluntários daquela vila alentejana.
O casal, ele de 49 anos e ela de 44, e a filha de 20 e o filho de 17, saíram ilesos, de acordo com a fonte contactada pelo JN,
 O fogo teve início num curto-circuito num candeeiro e na altura em que deflagrou os jovens encontravam-se numa divisão que ficou inabitável. As chamas destruíram por completo a sala e todo o  recheio, enquanto que as restantes divisões foram atingidas pelo muito fumo que o incêndio provocou.
A família acidentada é proprietária da habitação e vão passar a noite em casa de familiares. No local esteve o responsável da Proteção Civil Municipal que durante o dia de sexta-feira vão procurar realojar as quatro pessoas, até a casa estar recuperada.
A combater o incêndio, que foi considerado extinto uma hora depois, estiveram 11 operacionais dos Bombeiros de Ferreira do Alentejo, apoiado por três viaturas.

Fonte:http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Beja&Concelho=Ferreira%20do%20Alentejo&Option=Interior&content_id=4313452

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Incêndio em moradia desaloja família

O Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja explicou que os bombeiros receberam o alerta para o fogo às 06.04 horas, tendo o combate às chamas e fase de rescaldo terminado às 08.50 horas.

"O incêndio destruiu totalmente o interior da habitação", uma casa térrea situada naquela sede de concelho alentejana, disse o CDOS.

Já o comandante da corporação de Bombeiros de Ferreira do Alentejo, António Gomes, explicou à Lusa que o incêndio fez com que os três moradores da habitação - um casal e uma filha -, que não sofreram ferimentos, ficassem desalojados.

Trata-se de um casal, "o homem com 54 anos e a mulher com 48 anos", e da sua filha, de "25 ou 26 anos", indicou a fonte.

O presidente da Câmara de Ferreira do Alentejo, Aníbal Reis Costa, adiantou à Lusa que as três pessoas vão ser temporariamente realojadas em casa de familiares. "A Câmara e a Segurança Social vão, agora, analisar qual a solução futura a adotar", afirmou o autarca.

As causas do incêndio ainda vão ser investigadas, mas o comandante dos bombeiros admitiu que o fogo possa ter sido provocado por "algum curto-circuito elétrico".

"A rapariga tinha-se levantado para ir para o trabalho e diz que acendeu um candeeiro. Quando saiu do banho, o quarto já estava a arder, talvez devido a curto-circuito", acrescentou.

O combate às chamas mobilizou 15 operacionais dos bombeiros e da GNR de Ferreira do Alentejo, apoiados por cinco veículos.

Fonte:http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Beja&Concelho=Ferreira%20do%20Alentejo&Option=Interior&content_id=4298405

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Votos de Boas Festas


O Comando, Direção e Corpo Ativo dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, vem por este meio desejar-lhes um Santo Natal e um Feliz Ano Novo.


terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Acidente faz dois mortos e um ferido

Duas pessoas morreram e uma ficou ferida na sequência de um despiste, esta terça-feira, ao final do dia, na EN2, entre Ervidel e Ferreira do Alentejo.

Segundo fonte dos bombeiros, “o automóvel entrou em despiste, saiu da estrada e foi embater violentamente numa árvore de grande porte”.

Os três homens, de nacionalidade romena, trabalhavam na apanha da azeitona e regressavam a casa após o dia de trabalho.

Uma das vítimas mortais, um individuo de 22 anos, apesar das tentativas de reanimação a que foi sujeito, não conseguiu resistir e morreu no local. O outro sinistrado, de 31 anos, veio a falecer no Hospital de Beja. Um terceiro ocupante da viatura ligeira ficou com ferimentos ligeiros.

O alerta para o acidente foi dado às 17:31 horas.

As operações de socorro mobilizaram 16 operacionais e seis viaturas dos bombeiros de Ferreira do Alentejo, uma viatura médica de emergência e reanimação (VMER), de Beja e a GNR de Ferreira. O Núcleo de Investigação Criminal (NIC) da GNR de Beja está a investigar as causas do acidente.

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

JuveBombeiro Distrito de Beja

Vai-se realizar no próximo dia 13 de dezembro o jantar de Natal da JuveBombeiro.

Campanha Solidária

A Associação dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, o Corpo Ativo e a JuveBombeiro uniram-se numa campanha solidária de recolha de bens.
Para contribuir basta entregar no quartel dos Bombeiros bens como roupas, brinquedos, alimentos que possam ser conservados por tempo superior ao normal.
 Estes bens adquiridos serão posteriormente entregues a Famílias carenciadas.



Agradecemos a sua participação e a divulgação deste protejo.  
Ajude-nos a fazer SORRIR

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Bombeiros resgataram rebanho de ovelhas

Os Bombeiros de Ferreira do Alentejo, com o auxílio dos Bombeiros de Grândola, Aljustrel, Alcácer do Sal e Beja, resgataram, ontem, um rebanho com cerca de 100 ovelhas.

Os animais ficaram isolados numa zona junto a Santa Margarida do Sado, concelho de Ferreira.

Perto das oito da manhã, as ovelhas pastavam junto à margem do rio quando, devido à chuva forte que caiu no espaço de quarenta minutos, foram surpreendidas pela água, ficando isoladas entre o rio e uma zona de várzea. “O nível da água subiu de forma exorbitante, as pessoas dizem que nunca viram o rio encher assim”, explicou fonte dos Bombeiros.

Cinco barcos, quatro das corporações presentes no local e uma de um popular, transportaram as ovelhas para terra firme. Dos 100 animais sobreviveram 92.

No local estiveram 4 elementos da GNR de Ferreira do Alentejo.

Os prejuízos ainda não foram contabilizados.

Fonte: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=5518

sexta-feira, 31 de outubro de 2014

I º Seminário Distrital JuveBombeiro do Distrito de Beja



A Comissão Coordenadora Distrital da JuveBombeiro de Beja, vai levar a efeito no dia 29 de novembro de 2014, no anfiteatro do COMOIPREL na cidade de Moura, o Iº Seminário Distrital com o tema “ Atividade Operacional e o Impacto Psicológico nos Operacionais”.
Desta forma, somos a solicitar a divulgação do Seminário, junto da sua instituição.
Anexamos o cartaz, assim como, a hiperligação que poderá utilizar para efetuar as inscrições.

Caso disponha de alguma duvida, poderemos esclarecer através do e-mail geral@juvedistritalbeja.org.

Hiperligação para inscrição: http://goo.gl/forms/Jte0I7PLh0

terça-feira, 28 de outubro de 2014

III Gala da JuveBombeiro do Distrito de Beja


A JuveBombeiro irá realizar a III Gala da JuveBombeiro do Distrito de Beja, que terá lugar no próximo dia 01 Novembro pelas 20:30h no Salão dos Bombeiros de Beja.


Relembramos que o preço do jantar é de 13 euros por pessoa, e que as inscrições decorrem até ao próximo dia 20 de Outubro, através do e-mail geral@juvedistritalbeja.org

Congresso da Liga de Bombeiros Portugueses

Os nossos Bombeiros estiveram presentes no 42º congresso dos Bombeiros Portugueses que se realizou no passado dia 24, 25 e 26 de Outubro na Cidade de Coimbra, participando no desfile com o estandarte da Associação.

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Acidente Estrada Nacional 121


A colisão entre um pesado com grua e um ligeiro de passageiros provocou três feridos leves. O acidente ocorreu por volta das 11 da manhã na EN 121, entre a Rotunda do Aeroporto e a localidade de Beringel.

O pesado embateu na traseira do ligeiro, onde seguiam 4 indivíduos, com idades entre os 23 e 55 anos, quando este se preparava para virar à esquerda. Os feridos foram transportados para o Hospital de Beja.

No local estiveram três ambulâncias dos Bombeiros de Beja e Ferreira do Alentejo para além de vários elementos da GNR.










Fonte: http://www.radiopax.com/index.php?go=noticias&id=5133

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Aquisição de nova Viatura de Socorro

Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, conta com uma nova ambulância de socorro (ABSC).
Esta ambulância é um veículo que dispõe de equipamento para a aplicação de medidas de Suporte Básico de Vida (SBV), destinadas à estabilização e transporte de sinistrados ou doentes que necessitem de assistência durante o transporte.
Este investimento teve um custo a rondar os 60 mil euros, suportado na totalidade pela Associação.

B V Ferreira do Alentejo recebe EPI Florestais

Teve lugar no dia 11 de
setembro no quartel sede dos dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, a cerimónia de entrega dos equipamentos de Proteção Individual  em  Fogos Florestais,  aos homens e mulheres que integram o corpo ativo desta associação. Na cerimónia participaram as entidades oficiais as empresas as instituições e os  particulares.

Aquisição deste equipamento só foi possível de concretizar com apoio das empresas, das instituições e dos particulares, ou seja da chamada sociedade civil, sem eles não seria possível concretizar este investimento no valor de 12.500,00 €

Fonte:http://www.bps.pt/2014/09/bv-ferreira-do-alentejo-recebe-epi.html

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Convite á População

Os Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo convidam a População em geral para para comparecer  na cerimonia de entrega dos novos Equipamentos de Proteção Individual de combate a incêndios Florestais  a realizar-se no Dia 11 de Setembro de 2014 pelas 19 Horas no Quartel Sede desta Associação.

terça-feira, 19 de agosto de 2014

Despiste Provoca 5 Feridos Ligeiros

Um despiste com uma carrinha de 9 lugares, na EN 121, perto de Aldeia de Ruins, Ferreira do Alentejo, causou 5 feridos ligeiros.

O acidente ocorreu esta segunda-feira, cerca das 06:30 horas, no sentido Ferreira/Canhestros.

Segundo fonte dos bombeiros, a carrinha transportava trabalhadores sazonais, não portugueses, que “andam na apanha da Uva”.

Os feridos, todos adultos, foram transportados para o Hospital de Beja.

No local estiveram a GNR, 5 viaturas e 10 elementos dos Bombeiros de Ferreira do Alentejo. Ainda foi acionado o veículo de desencarceramento mas não chegou a ser utilizado.

Militares da GNR recebidos com pedras em ‘rave’ ilegal

Uma festa 'rave' alegadamente ilegal junto à barragem de Odivelas, Ferreira do Alentejo, levou hoje à intervenção da GNR, tendo dois militares sofrido ferimentos ligeiros e sido transportados ao Hospital de Beja, revelaram as autoridades.
Contactado pela agência Lusa, o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja disse que os bombeiros, depois de um alerta recebido às 16:42, foram mobilizados para aquela barragem.
Os bombeiros, segundo a mesma fonte, transportaram para o Hospital de Beja «dois militares da GNR com ferimentos leves».
A Divisão de Comunicação e Relações Públicas do Comando Geral da GNR, também contactada pela Lusa, explicou que a Guarda interveio hoje na festa, a qual alegadamente estará «a decorrer desde sexta-feira».
«Os militares intervieram, em conjunto com a Sociedade Portuguesa de Autores, no sentido de apurar se estava tudo legal relativamente às licenças obrigatórias por lei», frisou a fonte da GNR.
Na operação, realizada na sequência de «uma queixa por parte do parque de campismo» Markádia, situado junto da albufeira, foi identificado um homem, de nacionalidade francesa, que alegadamente «era quem estava a passar música».
Os militares apreenderam também diverso material elétrico e eletrónico, utilizado para a transmissão da música na 'rave', como «cabos e mesas de mistura».
A intervenção da GNR levou participantes na festa a «arremessarem vários objectos» contra os militares, limitou-se a acrescentar a fonte da Guarda, escusando-se a fornecer mais pormenores, por agora, por a operação ainda estar a decorrer.

Fonte: http://diariodigital.sapo.pt/news.asp?id_news=724204&utm_source=feedburner&utm_medium=feed&utm_campaign=Feed%3A+ddSociedade+(Sociedade+%7C+Di%C3%A1rio+Digital)

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Ébola: Sinais E Sintomas... Fique A Saber Tudo Sobre Este Virus!


Os sinais e sintomas do ébola geralmente têm início de forma súbita ao longo de um estágio inicial semelhante à gripe e caracterizado por fadiga, febre, dor de cabeça e dores nas articulações, musculares e abdominais.

Vómitos, diarreia e anorexia são também sintomas comuns.

Entre os sintomas menos comuns estão a inflamação da garganta, dores no peito, soluços, falta de ar e dificuldade em engolir.

O tempo médio entre o momento em que se contrai a infeção e a primeira manifestação de sintomas é de entre 8 a 10 dias, mas pode ocorrer entre 2 e 21 dias.

Os primeiros sintomas de FHE podem ser semelhantes aos de malária, dengue ou outras doenças tropicais, antes da doença progredir para a fase hemorrágica.

Fase hemorrágica

Todas as pessoas infetadas mostram sintomas do envolvimento do sistema circulatório, como coagulopatia.

Durante a fase hemorrágica, as primeiras hemorragias internas ou subcutâneas podem-se manifestar através de olhos avermelhados ou pela presença de sangue no vómito.

Em cerca de 40-50% dos casos verificam-se relatos de hemorragias nas  pregas da pele e das mucosas; por exemplo, no sistema digestivo, nariz, vagina e gengivas.

Entre os tipos de hemorragias associados à doença estão a presença de sangue no vómito, na tosse e nas fezes.

As hemorragias intensas são raras e geralmente restritas ao sistema digestivo.

Geralmente, a evolução para sintomas hemorrágicos é um indicador do agravamento do prognóstico e a perda de sangue pode provocar a morte.

A doença apresenta uma taxa de mortalidade elevada, frequentemente entre 50 e 90%.
No caso de uma pessoa infetada sobreviver, a recuperação é geralmente rápida e completa. No entanto, nos casos de maior duração ocorrem muitas vezes complicações com problemas a longo prazo, como Inflamação dos testículos, dores nas articulações, dores musculares, esfoliação da pele ou perda de cabelo.

Têm também sido observados sintomas oculares, como sensibilidade à luz, epífora, uveíte, corioretinite ou cegueira.

Os vírus de ébola são capazes de persistir no sémen de alguns sobreviventes até sete semanas, o que possibilita o contágio através de relações sexuais.

Alterações comportamentais

Os vírus ébola são contagiosos, pelo que a prevenção envolve fundamentalmente precauções comportamentais, equipamento de proteção individual e desinfeção. As técnicas para evitar a infeção englobam evitar o contacto com sangue ou secreções corporais infetadas, incluindo as dos mortos.

Isto implica detectar e diagnosticar a doença durante a fase inicial e usar medidas de precaução universais para todos os pacientes.

Entre as medidas recomendadas durante o tratamento de pessoas suspeitas de estarem infetadas estão o uso de vestuário de proteção adequado, como máscaras, luvas, batas, óculos,esterilização e isolamento do equipamento.

A lavagem das mãos é igualmente importante, mas pode ser difícil em regiões onde a disponibilidade de água é escassa.

Devido à inexistência de equipamento adequado e práticas de higiene, as epidemias em larga escala têm ocorrido principalmente em regiões isoladas e pobres, sem hospitais modernos ou equipas médicas com formação adequada. As autoridades têm também desencorajado alguns rituais fúnebres tradicionais, em particular os que envolvem o embalsamamento do corpo.

As tripulações de companhias aéreas que voam para estas regiões são geralmente treinadas para identificar o ébola e isolar pessoas que apresentem os sintomas da doença.

Quarentena

A quarentena é geralmente eficaz na diminuição da velocidade de propagação.

As autoridades geralmente colocam de quarentena as áreas onde a doença ocorre ou as pessoas que possam estar infetadas.

O número reduzido de estradas ou meios de transporte pode ajudar a diminuir a velocidade de propagação em África. Durante o surto de 2014, a Libéria encerrou todas as escolas.

Vacina

Não está atualmente disponível qualquer vacina para os seres humanos.

Os candidatos mais proeminentes são vacinas ADN ou vacinas derivadas de adenovírus, vírus da estomatite vesicular (VSIV) ou de partículas semelhantes a vírus (VLP).

As vacinas ADN, de adenovírus e VSIV passaram à fase de ensaio clínico.

As vacinas têm-se mostrado eficazes na proteção de primatas não humanos.

A imunização demora seis meses, o que não permite que as vacinas sejam usadas como medida de controlo de epidemias.

Tratamento

Não existe tratamento específico para o ébola vírus.

Os cuidados paliativos consistem geralmente na gestão dos líquidos corporais e eletrólitos para prevenir a desidratação, a administração de anticoagulantes na fase inicial da infeção para prevenir ou controlar a coagulação intravascular disseminada, a administração de anticoagulantes nas fases posteriores para controlar as hemorragias, a manutenção dos níveis de oxigénio, a gestão da dor, e administração de antibióticos ou antimicóticos para o tratamento de infeções secundárias.


Partilhe e dê a conhecer a todos os cidadãos o vírus, os sinais e sintomas, do surto que fez declarar "Estado de Emergência Mundial"!

Agricultor sofre graves queimaduras em incêndio

Um agricultor de 48 anos sofreu esta segunda-feira queimaduras de segundo e terceiro graus em grande parte do corpo na sequência de um incêndio rural que procurou combater enquanto aguardava pela chegada dos bombeiros.

Fernando Faias, natural de Alfundão, concelho de Ferreira do Alentejo, procurava apagar um início de incêndio que deflagrou em pasto e oliveiras, quando foi surpreendido pela força do vento e mudança brusca de sentido do mesmo, que o deixaram no meio das chamas.

Trabalhador na Herdade da Casa Branca, dividida entre Ferreira do Alentejo e Alvito, o individuo muniu-se de um ramo da copa de uma oliveira para procurar apagar o fogo, quando terá caído, face às alterações provocadas pelo vento.

Chamados cerca das 12.45 horas, os bombeiros das duas localidades para combaterem o incêndio, acabaram por ter como prioridade salvar o homem das chamas. Ao local ocorreu também a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Hospital de Beja que estabilizou a vítima, tendo o mesmo sido transportado para o Estádio Municipal de Ferreira do Alentejo de onde foi evacuado de helicóptero.

O meio aéreo do INEM procedente de Loulé transportou, cerca das 16.45 horas, o individuo para a Unidade de Queimados dos Hospitais da Universidade de Coimbra, em estado considerado como "muito grave".

Fernando Faias apresentava queimaduras de segundo e terceiro grau, nos membros inferiores e órgão genital, parte do abdómen, zona dorsal e membros superiores.
De acordo com uma testemunha ouvida pelo JN, o individuo terá procurado "apagar o incêndio com as próprias mãos e tentado libertar-se da roupa", o que originou que as chamas se apossassem do corpo.

Para o combate ao fogo e a assistência a Fernando Faias, foram mobilizados 14 operacionais das corporações de Ferreira do Alentejo e Alvito, apoiados por dois carros de combate a incêndios, uma ambulância o INEM e uma viatura de comando e a VMER do Hospital de Beja.

Fonte:  http://www.jn.pt/paginainicial/pais/concelho.aspx?Distrito=Beja&Concelho=Ferreira%20do%20Alentejo&Option=Interior&content_id=4073927

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo reforçam frota

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo vai contar, a partir de Setembro, com uma nova ambulância de socorro.

Trata-se de um investimento de 60 mil euros “necessário” pela quantidade de quilómetros efectuados pelos carros que prestam serviços de saúde. Joaquim Camacho fala num “investimento gordo em época de vacas magras”.

O presidente da Associação realça que a renovação da frota é um objectivo para este ano, uma vez que em 2013 as obras de requalificação do quartel não permitiram outros investimentos.

Os Bombeiros Voluntários têm a decorrer uma acção de angariação de fundos. O valor recolhido destina-se à compra de equipamento individual de protecção no combate aos incêndios florestais e a atenuar o investimento de 60 mil euros feito pela Associação na compra da ambulância.


quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo angariam fundos para equipamentos

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo tem em curso uma campanha de angariação de fundos para a aquisição de equipamento de protecção individual para o combate aos fogos florestais.

O equipamento será constituído por calças, dólmen, luvas, botas e t-shirt. O conjunto permite minimizar os riscos durante o combate às chamas. Os Bombeiros estimam ser necessários 25 conjuntos, avaliados em 500 euros cada. Angariar os 12 mil e 500 euros é o objectivo da Associação.

Joaquim Camacho, presidente dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, considera este “um enorme esforço financeiro” mas que ainda assim “não vale tanto como a integridade física” dos bombeiros. O mesmo responsável diz que a angariação tem corrido a bom ritmo.



terça-feira, 29 de julho de 2014

Despiste faz dois feridos graves

Duas pessoas ficaram esta quinta-feira gravemente feridas na sequência do despiste de um automóvel no Itinerário Principal (IP) 8, na zona de Ferreira do Alentejo, disse fonte dos bombeiros. A fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja indicou que o acidente, cujo alerta foi dado às 16h19, ocorreu no IP 8 entre Figueira dos Cavaleiros e Santa Margarida do Sado, no concelho de Ferreira do Alentejo. As operações de socorro mobilizaram 10 elementos e quatro viaturas dos bombeiros de Ferreira do Alentejo e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) de Beja, além da GNR.

Fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/ultima-hora/despiste-faz-dois-feridos-graves

terça-feira, 8 de julho de 2014

Condutor embriagado causou quatro feridos

Um carro (Seat Ibiza) bateu na traseira de outro (BMW Série 1) e causou quatro feridos, dois graves e dois ligeiros, no sábado ao fim da noite. O condutor que esteve na origem do despiste dos dois automóveis acusou taxa de alcoolemia de 1,51 gramas/ litro de sangue, mas, ainda assim, retirou duas crianças, de 18 meses e de cinco anos, que viajavam com os pais no outro veículo.Uma das vítimas, mãe das duas crianças, ficou internada no Hospital de Beja com uma vértebra fraturada. A criança mais nova foi evacuada para o serviço de Neurocirurgia do Hospital de São José, em Lisboa. Ambas estão livres de perigo.

Ao que tudo indica, o acidente - ocorrido sábado, cerca das 23.50 horas, na Estrada Nacional 121, entre Beja e Beringel, no concelho de Beja - foi causado por uma ultrapassagem mal calculada, por parte do condutor do Seat Ibiza, seguida de embate na traseira do BMW, o que originou o despiste das duas viaturas.

Os carros seguiam no sentido Sul-Norte. Ambos procediam de Beja e dirigiam para Ferreira do Alentejo. No Ibiza viajava João P., de 28 anos, que saiu ileso, apesar de o carro ter capotado e ficado de rodas para o ar. Antes de se imobilizar, embateu num eucalipto, arrancando-lhe parte da casca.

No outro veículo viajava a família Valente. Daniel, o condutor, a mulher Júlia, ambos de 35 anos, e as filhas Margarida, de cinco anos, e Maria Inês, de 18 meses. Depois de ter dado várias voltas até ficar de rodas para o ar, o BMW só se imobilizou quando embateu numa azinheira, que arrancou pela raiz.

Colocou crianças a salvo
Apesar de ter acusado 1,51g/l João P. saiu do seu carro, dirigiu-se à outra viatura e socorreu as duas crianças, colocando-as a salvo. Primeiro, retirou Margarida e deitou-a na berma da estrada contrária ao local onde estava o automóvel. De seguida foi buscar Maria Inês.

As duas irmãs foram de imediato transportadas por uma ambulância do INEM dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, que regressava de um serviço do Hospital de Beja, para onde transportou as menores. Os pais ficaram encarcerados, tendo sido estabilizados no local pelo médico do INEM e só depois transportados para o mesmo hospital.

quinta-feira, 12 de junho de 2014

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Incêndio devastou pinheiros, sobreiros e mato na zona de Ferreira do Alentejo

Um incêndio florestal devastou hoje (10 de Junho 2014) uma área de pinheiros, sobreiros e mato em Garcia Meninos, freguesia de Figueira dos Cavaleiros, concelho de Ferreira do Alentejo, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Beja adiantou que o alerta foi recebido às 15:35 e que o incêndio está dominado desde as 18:44.

Segundo a fonte do CDOS, estiveram envolvidos no combate às chamas 54 operacionais das corporações de bombeiros de Ferreira do Alentejo, Alvalade, Cuba, Alvito, Torrão, Grândola e Castro Verde, apoiados por 14 viaturas.

Fonte:http://noticias.pt.msn.com/inc%C3%AAndio-devastou-pinheiros-sobreiros-e-mato-na-zona-de-ferreira-do-alentejo

quarta-feira, 4 de junho de 2014

Despiste Provoca Ferido Grave em Ferreira do Alentejo



Um ferido grave foi o resultado de um acidente com um camião cisterna que se despistou esta quinta-feira, por volta das 10:20 horas, ao quilómetro 45 da estrada nacional 121, entre a aldeia de Canhestros e Ferreira do Alentejo.

A vítima, um homem de 61 anos, natural de Santiago do Cacém, teve que ser desencarcerado e transportado para o Hospital de Beja onde recebeu os primeiros tratamentos. Pouco tempo depois seguiu para o Hospital de S. José em Lisboa.

São desconhecidas as causas do despiste.

O alerta foi dado às 10:29 horas.

No local do acidente estiveram 3 viaturas e 5 elementos dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, 2 patrulhas da GNR e 1 viatura do INEM de Beja.


Fonte: Rádio Pax
http://vidadebombeiro49.blogspot.pt/2014/05/despiste-provoca-ferido-grave-em.html




segunda-feira, 28 de abril de 2014

Cerimónia de tomada de posse dos Órgãos Sociais da Associação dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo

Decorreu dia 23 de abril, 19 horas, no Salão Nobre da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo a cerimónia de tomada de posse dos órgãos sociais recentemente eleitos.

quinta-feira, 6 de março de 2014

Colisão provoca vitima mortal entre Beringel e Ferreira do Alentejo

Uma colisão entre um pesado de mercadorias e um ligeiro, na estrada que liga Ferreira do Alentejo a Beringel, provocou uma vitima mortal.

Uma vitima mortal é o resultado de um acidente de viação, a meio da manhã , entre um veículo pesado de mercadorias e um veículo ligeiro, na EN 121, IP8, entre Beringel e Ferreira do Alentejo.

A vítima mortal foi o condutor do veículo ligeiro, o embate no pesado de mercadorias foi de tal forma que a vitima teve que ser desencarcerada.

O trânsito esteve interrompido durante algum tempo no local estiveram viaturas e bombeiros das coorporações de Beja e Ferreira do Alentejo, assim como, a VMER e a GNR.

Fonte: http://www.vozdaplanicie.pt/index.php?go=noticias&id=2339

terça-feira, 4 de março de 2014

Câmara e Bombeiros de Ferreira querem caminhos rurais desobstruídos

A Câmara e os Bombeiros de Ferreira do Alentejo defendem o urgente restabelecimento dos acessos a caminhos rurais e florestais obstruídos ou danificados pelas obras da A26.
Em comunicado enviado à Agência Lusa, a autarquia explica que o Serviço Municipal de Protecção Civil e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo efectuaram um levantamento fotográfico geo-referenciado das condições de acessibilidade a caminhos rurais e vias florestais interrompidos ou danificados pela construção de infra-estruturas da A26.
O levantamento servirá para alertar as entidades competentes para “o necessário e urgente” restabelecimento das condições de acesso a caminhos rurais e vias florestais obstruídos ou danificados pela construção de infraestruturas da A26, para “possibilitar um rápido acesso pelos agentes de protecção civil aquando de um incêndio florestal ou outra ocorrência”.

Fonte:http://www.correioalentejo.com/?go=lista&lista=3&diaria=11077&page_id=36

Veja o video aqui

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Ferreira do Alentejo recebe Semana da Protecção Civil


Um seminário, exercícios se simulação em escolas e cursos práticos sobre como utilizar um extintor vão marcar a I semana da Proteção Civil em Ferreira do Alentejo. 
A iniciativa realiza-se entre esta segunda-feira, 24 e a proxima sexta, 28 e é promovida pela Câmara Municipal em parceria com a Associação de Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, visando assinalar o Dia Internacional da Proteção Civil, que se comemora a 1 de Março (sabado).
O seminário "A Proteção Civil e a Sociedade" vai decorrer na terça-feira, 25, no Centro Cultural Manuel da Fonseca, os exercicios de simulação na segunda e quarta-feira, dias 24 e 26, na escola básica e secundária da vila e os cursos práticos na quinta e sexta-feira, dias 27 e  28.
O programa da I Semana da Proteção Civil inclui tambem uma visita de estudo dos alunos das escolas do primeiro ciclo do ensino básico do concelho ao quartel da Associação de Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo.


Fonte:http://www.correioalentejo.com/?diaria=11037&page_id=36

Ferreira do Alentejo: Homem mata ex-mulher a tiro de pistola



Um homem de 62 anos é suspeito de ter matado este sábado, 22, a mulher, de 54, em Ferreira do Alentejo, com uma arma de fogo, e terá tentado suicidar-se a seguir.
O alegado homicídio e a tentativa de suicídio ocorreram cerca das 16h30 numa rua junto ao Mercado Municipal de Ferreira do Alentejo, precisaram à Lusa as fontes do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) e do Comando Territorial de Beja da GNR.
Segundo a fonte do CDOS, o suspeito foi transportado, em estado grave, de ambulância, para a Base Aérea 11, de Beja, de onde foi depois transportado de helicóptero para o Hospital de São José, em Lisboa.
O caso está a ser investigado pela Polícia Judiciária.

As operações de socorro mobilizaram duas ambulâncias, uma viatura e seis elementos dos Bombeiros Voluntários de Ferreira do Alentejo, a viatura médica de emergência e reanimação (VMER) do Hospital de Beja e militares da GNR.

Fonte:http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/portugal/matou-a-mulher-a-tiro-em-ferreira-do-alentejo